Pular para o conteúdo principal

A Criação (Gênesis 1-2) - parte J (Comparação entre os relatos da Criação)


A Criação – Comparação entre os relatos

Gênesis 1-2
Moisés 2-3
Abraão 4-5
1 No princípio criou Deus os
céus e a terra.
1 E aconteceu que o Senhor
falou a Moisés dizendo: Eis
que eu te revelo o que
concerne a este céu e a esta
Terra; escreve as palavras que
eu digo. Eu sou o Princípio e o
Fim, o Deus Todo-Poderoso;
por meio de meu Unigênito eu
criei estas coisas; sim, no
princípio criei o céu e a Terra
sobre a qual estás.
1 E então o Senhor disse:
Desçamos. E eles desceram no
princípio; e eles, isto é, os
Deuses, organizaram e
formaram os céus e a Terra.
2 E a terra era sem forma e
vazia; e havia trevas sobre a
face do abismo. E o Espírito de
Deus se movia sobre a face das
águas.
2 E a Terra era sem forma e
vazia; e eu fiz com que as
trevas cobrissem a face do
abismo; e meu Espírito moveu-se
sobre a face da água; pois eu
sou Deus.
2 E a Terra, depois de formada,
estava vazia e desolada, porque
eles não haviam formado coisa
alguma a não ser a Terra; e as
trevas reinavam sobre a face
do abismo e o Espírito dos
Deuses pairava sobre a face das
águas.
3 E disse Deus: Haja luz; e houve
luz.
3 E eu, Deus, disse: Haja luz; e
houve luz.
3 E eles (os Deuses) disseram:
Haja luz; e houve luz.
4 E viu Deus que era boa a luz; e
fez Deus separação entre a luz
e as trevas.
4 E eu, Deus, vi a luz; e vi que a
luz era boa. E eu, Deus, separei
a luz das trevas.
4 E eles (os Deuses) tiveram
consciência da luz, pois era
brilhante; e eles separaram a
luz, ou melhor, fizeram com
que ela fosse separada das
trevas.
5 E Deus chamou à luz Dia; e às
trevas chamou Noite. E foi a
tarde e a manhã, o dia
primeiro.
5 E eu, Deus, chamei à luz Dia; e
às trevas chamei Noite; e isso
fiz pela palavra de meu poder
e foi feito conforme eu disse; e
foram a tarde e a manhã o
primeiro dia.
5 E os Deuses chamaram à luz
Dia e às trevas chamaram
Noite. E aconteceu que, do
entardecer até a manhã,
chamaram noite; e da manhã
até o entardecer chamaram
dia; e isso foi o primeiro, ou
seja, o princípio do que eles
chamaram dia e noite.
6 E disse Deus: Haja uma
expansão no meio das águas, e
haja separação entre águas e
águas.
6 E eu, Deus, tornei a dizer: Haja
um firmamento no meio da
água; e assim foi feito, como
eu disse; e eu disse: Separe ele
as águas das águas; e assim foi
feito;
6 E os Deuses também disseram:
Haja uma expansão no meio
das águas; e ela separará as
águas das águas.
7 E fez Deus a expansão, e fez
separação entre as águas que
estavam debaixo da expansão
e as águas que estavam sobre a
expansão; e assim foi.
7 E eu, Deus, fiz o firmamento e
dividi as águas; sim, as grandes
águas, sob o firmamento, das
águas que estavam acima do
firmamento; e assim foi como
eu disse.
7 E os Deuses ordenaram a
expansão, de modo que ela
separou as águas que estavam
debaixo da expansão das que
estavam por cima da
expansão; e assim foi, como
eles ordenaram.
8 E chamou Deus à expansão
Céus, e foi a tarde e a manhã,
o dia segundo.
8 E eu, Deus, chamei ao
firmamento Céus; e foram a
tarde e a manhã o segundo
dia.
8 E os Deuses chamaram à
expansão Céu. E aconteceu
que foi do entardecer até a
manhã que eles chamaram
noite; e aconteceu que foi da
manhã até o entardecer que
eles chamaram dia; e essa foi a
segunda vez que eles
chamaram noite e dia.
9 E disse Deus: Ajuntem-se as
águas debaixo dos céus num
lugar; e apareça a porção seca;
e assim foi.
9 E eu, Deus, disse: Ajuntem-se
as águas que estão debaixo dos
céus em um só lugar; e assim
foi. E eu, Deus, disse: Que haja
terra seca; e assim foi.
9 E os Deuses ordenaram,
dizendo: Ajuntem-se as águas
debaixo do céu num lugar e a
terra surja seca; e foi como eles
ordenaram;
10 E chamou Deus à porção seca
Terra; e ao ajuntamento das
águas chamou Mares; e viu
Deus que era bom.
10 E eu, Deus, chamei à parte seca
Terra: e ao ajuntamento das
águas chamei Mar; e eu, Deus,
vi que todas as coisas que eu
havia feito eram boas.
10 E os Deuses chamaram à
porção seca, Terra; e ao
ajuntamento das águas
chamaram Grandes Águas: e
os Deuses viram que foram
obedecidos.
11 E disse Deus: Produza a terra
erva verde, erva que dê
semente, árvore frutífera que
dê fruto segundo a sua espécie,
cuja semente está nela sobre a
terra; e assim foi.
11 E eu, Deus, disse: Que a terra
produza relva, a erva que dê
semente, a árvore frutífera que
dê fruto segundo sua espécie e
a árvore que dê fruto, cuja
semente esteja nele, sobre a
terra; e foi como eu disse.
11 E os Deuses disseram:
Preparemos a terra para
produzir relva; a erva que dê
semente; a árvore frutífera que
dê fruto segundo sua espécie,
cuja semente reproduza sua
própria semelhança na Terra; e
assim foi, como eles ordenaram.
12 E a terra produziu erva, erva
dando semente conforme a
sua espécie, e a árvore
frutífera, cuja semente está
nela conforme a sua espécie; e
viu Deus que era bom.
12 E a terra produziu relva, toda
erva que dá semente segundo
sua espécie; e a árvore que dá
fruto, cuja semente está nele,
segundo sua espécie; e eu,
Deus, vi que todas as coisas
que eu havia feito eram boas;
12 E os Deuses organizaram a
terra para produzir relva de sua
própria semente e a erva para
produzir erva de sua própria
semente, dando semente
segundo sua espécie; e a terra
para produzir a árvore de sua
própria semente, dando fruto
cuja semente pudesse apenas
produzir o que estivesse em si,
segundo sua espécie; e os
Deuses viram que foram
obedecidos.
13 E foi a tarde e a manhã, o dia
terceiro.
13 E foram a tarde e a manhã o
terceiro dia.
13 E aconteceu que eles contaram
os dias; do entardecer até a
manhã chamaram noite; e
aconteceu que, da manhã até
o entardecer, chamaram dia; e
foi a terceira vez.
14 E disse Deus: Haja luminares
na expansão dos céus, para
haver separação entre o dia e a
noite; e sejam eles para sinais
e para tempos determinados e
para dias e anos.
14 E eu, Deus, disse: Haja luzes
no firmamento do céu para
dividir o dia da noite; e que
elas sejam por sinais e por
estações e por dias e por anos;
14 E os Deuses organizaram as
luzes na expansão do céu e
fizeram-nas separar o dia da
noite; e organizaram-nas para
serem por sinais e por estações
e por dias e por anos;
15 E sejam para luminares na
expansão dos céus, para
iluminar a terra; e assim foi.
15 E que sejam por luzes no
firmamento do céu para
iluminar a Terra; e assim foi.
15 E organizaram-nas para serem
por luzes na expansão do céu,
a fim de darem luz à Terra; e
assim foi.
16 E fez Deus os dois grandes
luminares: o luminar maior
para governar o dia, e o
luminar menor para governar
a noite; e fez as estrelas.
16 E eu, Deus, fiz duas grandes
luzes; a luz maior para
governar o dia e a luz menor
para governar a noite; e a luz
maior foi o sol e a luz menor
foi a lua; e também as estrelas
foram feitas de acordo com
minha palavra.
16 E os Deuses organizaram as
duas grandes luzes, a luz maior
para governar o dia e a luz
menor para governar a noite;
com a luz menor também
fixaram as estrelas;
17 E Deus os pôs na expansão dos
céus para iluminar a terra,
17 E eu, Deus, coloquei-as no
firmamento do céu para
iluminar a Terra,
17 E os Deuses fixaram-nas na
expansão dos céus para darem
luz à Terra e para governarem
o dia e a noite e para
separarem a luz das trevas.
18 E para governar o dia e a
noite, e para fazer separação
entre a luz e as trevas; e viu
Deus que era bom.
18 E o sol para governar o dia e a
lua para governar a noite e
para separar a luz das trevas; e
eu, Deus, vi que todas as coisas
que eu havia feito eram boas;
18 E os Deuses vigiaram aquelas
coisas que eles haviam
ordenado, até elas
obedecerem.
19 E foi a tarde e a manhã, o dia
quarto.
19 E foram a tarde e a manhã o
quarto dia.
19 E aconteceu que, do
entardecer até a manhã, foi
noite; e aconteceu que, da
manhã até o entardecer, foi
dia; e foi a quarta vez.
20 E disse Deus: Produzam as
águas abundantemente répteis
de alma vivente; e voem as
aves sobre a face da expansão
dos céus.
20 E eu, Deus, disse: Produzam as
águas, abundantemente,
criaturas viventes que se
movam e aves que possam
voar sobre a terra no livre
firmamento do céu.
20 E os Deuses disseram:
Preparemos as águas para
produzirem abundantemente
as criaturas que se movem e
que têm vida; e as aves, para
que voem acima da Terra na
expansão aberta do céu.
21 E Deus criou as grandes
baleias, e todo réptil de alma
vivente que as águas
abundantemente produziram
conforme as suas espécies; e
toda ave de asas conforme a
sua espécie; e viu Deus que era
bom.
21 E eu, Deus, criei grandes
baleias e toda criatura vivente
que se move, que as águas
produziram em abundância,
segundo sua espécie, e toda
ave alada segundo sua espécie;
e eu, Deus, vi que todas as
coisas que eu havia criado
eram boas.
21 E os Deuses prepararam as
águas para que produzissem
grandes baleias e toda criatura
vivente que se move, que as
águas haviam de produzir
abundantemente segundo sua
espécie; e toda ave alada
segundo sua espécie. E os
Deuses viram que seriam
obedecidos e que seu plano era
bom.
22 E Deus os abençoou, dizendo:
Frutificai e multiplicai-vos, e
enchei as águas nos mares; e as
aves se multipliquem na terra.
22 E eu, Deus, abençoei-as,
dizendo: Frutificai e
multiplicai-vos e enchei as
águas do mar; e multipliquem-se
as aves na Terra;
22 E os Deuses disseram: Abençoálos-
emos e faremos com que
frutifiquem e se multipliquem
e encham as águas nos mares,
ou seja, nas grandes águas; e
faremos com que as aves se
multipliquem na Terra.
23 E foi a tarde e a manhã, o dia
quinto.
23 E foram a tarde e a manhã o
quinto dia.
23 E aconteceu que foi do
entardecer até a manhã que eles
chamaram noite; e aconteceu
que foi da manhã até o
entardecer que eles chamaram
dia; e foi a quinta vez.
24 E disse Deus: Produza a terra
alma vivente conforme a sua
espécie; gado, e répteis e feras
da terra conforme a sua
espécie; e assim foi.
24 E eu, Deus, disse: Produza a
terra criaturas viventes
segundo sua espécie; gado e
coisas rastejantes e bestas da
Terra, segundo sua espécie; e
assim foi.
24 E os Deuses prepararam a Terra
para produzir criaturas
viventes segundo sua espécie,
gado e coisas que rastejam e
bestas da Terra segundo sua
espécie; e foi como eles
tinham dito.
25 E fez Deus as feras da terra
conforme a sua espécie, e o
gado conforme a sua espécie, e
todo o réptil da terra conforme
a sua espécie; e viu Deus que
era bom.
25 E eu, Deus, fiz as bestas da
Terra, segundo sua espécie, e
gado segundo sua espécie e
tudo que rasteja sobre a Terra,
segundo sua espécie; e eu,
Deus, vi que todas essas coisas
eram boas.
25 E os Deuses organizaram a
Terra para produzir as bestas
segundo sua espécie e gado
segundo sua espécie e todas as
coisas que rastejam sobre a
Terra segundo sua espécie; e os
Deuses viram que eles
obedeceriam.
26 E disse Deus: Façamos o
homem à nossa imagem,
conforme a nossa semelhança;
e domine sobre os peixes do
mar, e sobre as aves dos céus, e
sobre o gado, e sobre toda a
terra, e sobre todo o réptil que
se move sobre a terra.
26 E eu, Deus, disse ao meu
Unigênito, que estava comigo
desde o princípio: Façamos o
homem a nossa imagem,
segundo nossa semelhança; e
assim foi. E eu, Deus, disse:
Que eles tenham domínio
sobre os peixes do mar e sobre
as aves do ar e sobre o gado e
sobre toda a terra e sobre toda
coisa rastejante que rasteja
sobre a Terra.
26 E os Deuses aconselharam-se
entre si e disseram: Desçamos
e formemos o homem a nossa
imagem, segundo nossa
semelhança; e dar-lhe-emos
domínio sobre os peixes do
mar e sobre as aves do ar e
sobre o gado e sobre toda a
Terra e sobre todas as coisas
que rastejam sobre a Terra.
27 E criou Deus o homem à sua
imagem; à imagem de Deus o
criou; homem e mulher os
criou.
27 E eu, Deus, criei o homem a
minha própria imagem, na
imagem de meu Unigênito
criei-o; homem e mulher criei-os.
27 Então os Deuses desceram para
organizar o homem a sua
própria imagem, para formá-lo
à imagem dos Deuses, para
formá-los, homem e mulher.
28 E Deus os abençoou, e Deus
lhes disse: Frutificai e
multiplicai-vos, e enchei a
terra, e sujeitai-a; e dominai
sobre os peixes do mar e sobre
as aves dos céus, e sobre todo
o animal que se move sobre a
terra.
28 E eu, Deus, abençoei-os e
disse-lhes: Frutificai e
multiplicai-vos e enchei a
Terra; e sujeitai-a e dominai
sobre os peixes do mar e sobre
as aves dos céus e sobre todo
ser vivente que se move na
Terra.
28 E os Deuses disseram: Abençoálos-
emos. E os Deuses
disseram: Faremos com que
sejam frutíferos e se
multipliquem e encham a terra
e subjuguem-na e tenham
domínio sobre os peixes do
mar e sobre as aves do ar e
sobre toda coisa vivente que se
move sobre a Terra.
29 E disse Deus: Eis que vos
tenho dado toda a erva que dê
semente, que está sobre a face
de toda a terra; e toda a
árvore, em que há fruto que dê
semente, ser-vos-á para
mantimento.
29 E eu, Deus, disse ao homem:
Eis que te dei toda erva que dá
semente, que está sobre a face
de toda a Terra; e toda árvore
em que há fruto que dê
semente; para ti servirá de
alimento.
29 E os Deuses disseram: Eis que
lhes daremos toda erva que
contém semente que cresça na
face de toda a Terra e toda
árvore que tenha fruto; sim, e
dar-lhes-emos o fruto da
árvore que produz semente;
ser-lhes-á para alimento.
30 E a todo o animal da terra, e a
toda a ave dos céus, e a todo o
réptil da terra, em que há alma
vivente, toda a erva verde será
para mantimento; e assim foi.
30 E a toda besta da Terra e a toda
ave do ar e a todas as coisas
que rastejam sobre a Terra, às
quais concedo vida, toda erva
limpa será dada para alimento;
e assim foi, sim, como eu
disse.
30 E a toda besta da Terra e a toda
ave do ar e a toda coisa que
rasteja sobre a Terra, eis que
daremos vida; e também lhes
daremos toda erva verde para
alimento e todas estas coisas
serão assim organizadas.
31 E viu Deus tudo quanto tinha
feito, e eis que era muito bom;
e foi a tarde e a manhã, o dia
sexto.
31 E eu, Deus, vi todas as coisas
que eu havia feito; e eis que
todas as coisas que eu havia
feito eram muito boas; e foram
a tarde e a manhã o sexto dia.
31 E os Deuses disseram: Faremos
tudo o que dissemos e
organizá-los-emos; e eis que
serão muito obedientes. E
aconteceu que foi do
entardecer até a manhã que
eles chamaram noite; e
aconteceu que foi da manhã
até o entardecer que eles
chamaram dia; e eles contaram
a sexta vez.
1 Assim os céus, a terra e todo o
seu exército foram acabados.
1 Assim, o céu e a Terra foram
terminados e todas as suas
hostes.
1 E assim terminaremos os céus
e a Terra e todas as suas hostes.
2 E havendo Deus acabado no
dia sétimo a obra que fizera,
descansou no sétimo dia de
toda a sua obra, que tinha
feito.
2 E no sétimo dia eu, Deus,
terminei minha obra e todas
as coisas que tinha feito; e
descansei no sétimo dia de
toda a minha obra; e todas as
coisas que eu fizera estavam
terminadas; e eu, Deus, vi que
elas eram boas;
2 E os Deuses disseram entre si:
Na sétima vez terminaremos
nossa obra, sobre a qual
deliberamos; e descansaremos
na sétima vez de toda nossa
obra sobre a qual deliberamos.
3 E abençoou Deus o dia sétimo,
e o santificou; porque nele
descansou de toda a sua obra
que Deus criara e fizera.
3 E eu, Deus, abençoei o sétimo
dia e santifiquei-o; porque nele
eu descansara de toda a minha
obra que eu, Deus, criara e
fizera.
3 E os Deuses concluíram na
sétima vez, porque na sétima
vez eles descansariam de todas
as obras que eles (os Deuses)
decidiram entre si formar; e
santificaram-na. E assim foram
suas decisões quando
decidiram entre si formar os
céus e a Terra.
4 Estas são as origens dos céus e
da terra, quando foram
criados; no dia em que o
Senhor Deus fez a terra e os
céus,
4 E agora, eis que eu te digo que
estas são as gerações do céu e
da Terra, quando foram
criados, no dia em que eu, o
Senhor Deus, fiz o céu e a
Terra;,
4 E os Deuses desceram e
formaram essas gerações dos
céus e da Terra, quando foram
feitas no dia em que os Deuses
criaram a Terra e os céus,
5 E toda a planta do campo que
ainda não estava na terra, e
toda a erva do campo que
ainda não brotava; porque
ainda o Senhor Deus não tinha
feito chover sobre a terra, e não
havia homem para lavrar a
terra.
5 E toda a planta do campo,
antes de estar na Terra, e toda
erva do campo, antes de brotar.
Pois eu, o Senhor Deus, criei
todas as coisas das quais falei
espiritualmente, antes que elas
existissem fisicamente na face
da Terra. Pois eu, o Senhor
Deus, não fizera chover sobre a
face da Terra. E eu, o Senhor
Deus, havia criado todos os
filhos dos homens; e ainda não
havia homem para lavrar a
terra, pois no céu os criei; e
ainda não havia carne sobre a
Terra nem na água nem no ar;
5 De acordo com tudo o que eles
haviam dito concernente a
toda planta do campo antes de
estar na terra e toda erva do
campo antes de crescer; pois os
Deuses não haviam feito
chover sobre a Terra quando
decidiram criá-las; e não
haviam formado um homem
para lavrar o solo.
6 Um vapor, porém, subia da
terra, e regava toda a face da
terra.
6 Mas eu, o Senhor Deus, falei e
levantou-se um vapor da Terra e
regou toda a superfície do solo.
6 Mas subiu um vapor da Terra e
regou toda a superfície do solo.
7 E formou o Senhor Deus o
homem do pó da terra, e
soprou em suas narinas o
fôlego da vida; e o homem foi
feito alma vivente.
7 E eu, o Senhor Deus, formei o
homem do pó da Terra e soprei
em suas narinas o fôlego da
vida; e o homem tornou-se
uma alma vivente, a primeira
carne na Terra, também o
primeiro homem; não obstante,
todas as coisas foram criadas
antes; mas espiritualmente
foram elas criadas e feitas de
acordo com minha palavra.
7 E os Deuses formaram o homem
do pó da terra e tomaram seu
espírito (isto é, o espírito do
homem) e puseram-no nele; e
sopraram em suas narinas o
fôlego da vida; e o homem
tornou-se uma alma vivente.
8 E plantou o Senhor Deus um
jardim no Éden, do lado
oriental; e pôs ali o homem
que tinha formado.
8 E eu, o Senhor Deus, plantei
um jardim ao oriente, no Éden,
e ali pus o homem que eu
havia formado.
8 E os Deuses plantaram um jardim
no Éden, na parte oriental, e ali
colocaram o homem, cujo
espírito tinham posto no corpo
que haviam formado.
9 E o Senhor Deus fez brotar da
terra toda a árvore agradável à
vista, e boa para comida; e a
árvore da vida no meio do
jardim, e a árvore do
conhecimento do bem e do
mal.
9 E da terra fiz eu, o Senhor Deus,
brotar fisicamente toda árvore
agradável à vista do homem; e o
homem pôde contemplá-la. E
ela tornou-se também uma alma
vivente. Pois era espiritual no
dia em que eu a criei, pois
permanece na esfera em que eu,
Deus, a criei, sim, como todas as
coisas que preparei para uso do
homem; o homem viu que era
boa como alimento. E eu, o
Senhor Deus, também plantei a
árvore da vida no meio do
jardim; e também a árvore do
conhecimento do bem e do mal.
E da terra fizeram os Deuses
brotar toda árvore que é
agradável à vista e boa para
alimento; também a árvore da
vida no meio do jardim e a
árvore do conhecimento do
bem e do mal.
10 E saía um rio do Éden para
regar o jardim; e dali se dividia
e se tornava em quatro braços.
10 E eu, o Senhor Deus, fiz um
rio sair do Éden para regar o
jardim; e dali ele se dividia e
tornava-se em quatro braços.
10 Havia um rio que saía do Éden
para regar o jardim; e dali se
dividia e se tornava em quatro
braços.
11 O nome do primeiro é Pisom;
este é o que rodeia toda a terra
de Havilá, onde há ouro.
11 E eu, o Senhor Deus, dei ao
primeiro o nome de Pisom; e
ele rodeia toda a terra de
Havilá, onde eu, o Senhor
Deus, criei muito ouro;

12 E o ouro dessa terra é bom; ali
há o bdélio, e a pedra
sardônica.
12 E o ouro daquela terra era bom
e havia bdélio e pedra ônix.

13 E o nome do segundo rio é
Giom; este é o que rodeia toda
a terra de Cuxe.
13 E o nome do segundo rio era
Giom; é o que rodeia toda a
terra da Etiópia.

14 E o nome do terceiro rio é
Tigre; este é o que vai para o
lado oriental da Assíria; e o
quarto rio é o Eufrates.
14 E o nome do terceiro rio era
Hidequel, o que vai para o
lado oriental da Assíria. E o
quarto rio era o Eufrates.

15 E tomou o Senhor Deus o
homem, e o pôs no jardim do
Éden para o lavrar e o guardar.
15 E eu, o Senhor Deus, tomei o
homem e coloquei-o no
Jardim do Éden para lavrá-lo e
guardá-lo.
11 E os Deuses tomaram o
homem e puseram-no no
Jardim do Éden para cultivá-lo
e guardá-lo
16 E ordenou o Senhor Deus ao
homem, dizendo: De toda a
árvore do jardim comerás
livremente,
16 E eu, o Senhor Deus, ordenei
ao homem, dizendo: De toda
árvore do jardim podes comer
livremente,
12 E os Deuses ordenaram ao
homem, dizendo: De toda
árvore do jardim podes comer
livremente,
17 Mas da árvore do
conhecimento do bem e do
mal, dela não comerás; porque
no dia em que dela comeres,
certamente morrerás.
17 Mas da árvore do
conhecimento do bem e do
mal não comerás; não
obstante, podes escolher
segundo tua vontade, porque
te é dado; mas lembra-te de
que eu o proíbo, porque no
dia em que dela comeres,
certamente morrerás.
13 Mas da árvore do
conhecimento do bem e do
mal não comerás; porque no
tempo em que dela comeres,
certamente morrerás. Ora eu,
Abraão, vi que era segundo o
tempo do Senhor, que era
segundo o tempo de Colobe;
porque até então os Deuses
não tinham dado a Adão a
maneira de calcular seu
tempo.
18 E disse o Senhor Deus: Não é
bom que o homem esteja só;
far-lhe-ei uma ajudadora
idônea para ele.
18 E eu, o Senhor Deus, disse a
meu Unigênito que não era
bom que o homem estivesse
só; por conseguinte, farei uma
adjutora própria para ele.
14 E os Deuses disseram: Façamos
uma adjutora adequada para o
homem, porque não é bom
que o homem esteja só;
portanto formaremos uma
adjutora adequada para ele.
[Ver vv. 21-25.]
[Ver vv. 21-25.]
15 E os Deuses fizeram um sono
profundo cair sobre Adão e ele
dormiu; e eles tomaram de
uma de suas costelas e
fecharam a carne em seu lugar;


16 E da costela que os Deuses
haviam tirado do homem, eles
formaram uma mulher e
levaram-na para o homem.


17 E Adão disse: Esta era osso de
meus ossos e carne de minha
carne; agora ela será chamada
Mulher, porque foi tirada do
homem;


18 Portanto deixará o homem seu
pai e sua mãe e apegar-se-á a
sua mulher; e eles serão uma
carne.


19 E estavam ambos nus, o
homem e sua mulher, e não se
envergonhavam.
19 Havendo, pois, o Senhor Deus
formado da terra todo o
animal do campo, e toda a ave
dos céus, os trouxe a Adão,
para este ver como lhes
chamaria; e tudo o que Adão
chamou a toda a alma vivente,
isso foi o seu nome.
19 E da terra, eu, o Senhor Deus,
formei toda besta do campo e
toda ave do ar; e ordenei-lhes
que fossem até Adão para ver
como ele as chamaria; e elas
também eram almas viventes;
porque eu, o Senhor Deus,
soprei nelas o fôlego da vida e
ordenei que o nome que Adão
desse a cada criatura vivente,
tal seria o seu nome.
20 E da terra os Deuses formaram
toda besta do campo e toda
ave do ar; e levaram-nas a
Adão para ver como as
chamaria; e o que Adão
chamasse cada criatura
vivente, tal seria seu nome.
20 E Adão pôs os nomes a todo o
gado, e às aves dos céus, e a
todo o animal do campo; mas
para o homem não se achava
ajudadora idônea.
20 E Adão deu nome a todo o
gado e a todas as aves do ar e a
todos os animais do campo;
mas, quanto a Adão, não havia
uma adjutora própria para ele.
21 E Adão deu nome a todo o
gado, às aves do ar, a toda
besta do campo; e para Adão
foi encontrada uma adjutora
própria para ele.
21 Então o Senhor Deus fez cair
um sono pesado sobre Adão, e
este adormeceu; e tomou uma
das suas costelas, e cerrou a
carne em seu lugar;
21 E eu, o Senhor Deus, fiz com
que caísse um sono profundo
sobre Adão; e ele adormeceu e
eu tomei uma de suas costelas
e fechei a carne em seu lugar;
[Ver versículos 15-19.]
22 E da costela que o Senhor
Deus tomou do homem,
formou uma mulher, e trouxea
a Adão.
22 E da costela que eu, o Senhor
Deus, tomara do homem, fiz
eu uma mulher e levei-a ao
homem.

23 E disse Adão: Esta é agora osso
dos meus ossos, e carne da
minha carne; esta será
chamada mulher, porquanto
do homem foi tomada.
23 E Adão disse: Esta, agora eu
sei, é osso de meus ossos e
carne de minha carne; ela será
chamada Mulher, porque foi
tirada do homem.

24 Portanto deixará o homem o
seu pai e a sua mãe, e apegar-se-
á à sua mulher, e serão
ambos uma carne.
24 Portanto o homem deixará seu
pai e sua mãe e apegar-se-á a
sua mulher; e eles serão uma
carne.

25 E ambos estavam nus, o
homem e a sua mulher; e não
se envergonhavam.
25 E estavam ambos nus, o
homem e sua mulher, e não se
envergonhavam.






Postagens mais visitadas deste blog

Uma ponderação sobre a excomunhão de uma Autoridade Geral

Com grande tristeza, por meio do porta-voz da Igreja, Eric Hawkis, soubemos de que James J. Hamula foi excomungado da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Veja a notícia no site oficial da Igreja aqui. James J. Hamula [1] serviu por quase nove anos como uma Autoridade Geral da Igreja, um membro do Quorum dos Setentas. Fazia 28 anos que nenhuma Autoridade Geral era excomungada da Igreja. Certamente a notícia é triste [2], mas ensina lições importantes – que em vez de abalar, podem fortalecer a fé na obra de Deus. Recomendo a leitura deste artigo antes de prosseguir: https://mormonsud.net/voltando-a-igreja/pensamentos-sobre-a-excomunhao/

OS LÍDERES NÃO SÃO PERFEITOS, MAS A OBRA DE DEUS É Fiquei um pouco aborrecido com o sensacionalismo criado em torno da notícia da excomunhão do irmão Hamula. Sei que é algo incomodo, até perturbador. Alguns ficaram preocupados com a imagem da Igreja, outros, mais sensíveis, com a exposição do irmão Hamula e de sua família. Evidentemente n…

Joseph Smith disse ser maior do que Jesus Cristo?

Joseph Smith é o Profeta da Restauração. Quando era apenas um jovem, um anjo lhe disse que seu "nome seria considerado bom e mau entre todas as nações, tribos e línguas, ou que entre todos os povos se falaria bem e mal de [seu] nome." [1]
Não é de se admirar que falem tão mal sobre o Profeta. Comentando sobre isso, o Elder Neil L. Andersen, do Quorum dos Doze Apóstolos, disse:
“Seria de estranhar o mal que é falado contra ele [Joseph Smith]? Do Apóstolo Paulo foi dito que era louco e delirava. Nosso Amado Salvador, o Filho de Deus, foi rotulado de comilão, beberrão e endemoniado. O Senhor disse a Joseph, quanto a seu destino:
“Os confins da Terra indagarão a respeito de teu nome e tolos zombarão de ti e o inferno se enfurecerá contra ti;
Enquanto os puros de coração e os prudentes (…) e os virtuosos procurarão (…) bênçãos sob tuas mãos constantemente”.
Por que o Senhor permite que o mal seja falado ao mesmo tempo que o bem? Um dos motivos é que a oposição às coisas de Deus …

Nepotismo e o Evangelho de Jesus Cristo

Nepotismo é definido como favorecimento de parentes em cargos de responsabilidade. Uma pessoa que possui determinada posição ou cargo de poder beneficia os que possuem vínculo de parentesco - com um emprego, um cargo, um função, uma posição de destaque ou uma responsabilidade. Trata-se de uma prática ruim, pois geralmente desconsidera o mérito e os talentos para levar em consideração os laços familiares.


O evangelho de Jesus Cristo - que é o Plano de Deus para salvação do homem - ensina que todos os homens são iguais perante Deus (Jó 34:19, Atos 10:34, D&C 38:16 e 26) - irmãos e irmãs - porém, possuem talentos diferentes  (Mateus 25:15) - de modo que podem contribuir no Reino de Deus de maneira diversa (1 Coríntios 12:12-27).

Deus organizou Sua Igreja com diversos cargos para "o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para a edificação do corpo de Cristo, [para que] todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida …